GIGANTE Pela Própria Natureza!
Uma mistureba sem fim!!! O seu blog sobre TUDO e NADA ao mesmo tempo! Seja muito bem vindo!!!!

TRADUTOR!

PESQUISE NO MASSAROCCA!

terça-feira, 7 de junho de 2011

[TV] Critica: O Último Passageiro.



Vejo muita pouca coisa em TV aberta hoje em dia. Basicamente, minha TV fica variando entre canais de esportes e filmes. Contudo, na TV aberta, um dos poucos programas que gosto de ver é esse: O Último Passageiro.

Acredito que muita gente desconheça o programa, portanto vou passar uma rápida ficha sobre a atração. O programa, que é um formato da Endemol (Big Brother Brasil), é apresentado pelo ator (e agora apresentador) Mário Frias (ex-Malhação), e exibido todos os domingos às 20h (antes do Pânico na TV) pela RedeTv! sendo ainda reprisado aos sábados às 19h.

O programa é uma mistura de "Passa ou Repassa" (SBT)  com "Curtindo uma viagem" (SBT) com algo a mais. E que faz toda a diferença! 

São três escolas disputando viagens para comemorar a formatura. O objetivo é colocar todos os membros participantes da equipe da escola (passageiros) dentro do ônibus,  que é o símbolo da viagem. Mas eu disse TODOS! E quem conseguir isso é o vencedor. 

A primeira parte do programa é formada por diversas provas, algumas criativas, outras nem tantos; umas originais, outras nem tanto; umas empolgantes, outra nem tanto... Cada participante dessas provas tem estampado na sua camisa a quantidade de passageiros que ele vale. Se tiver três rostos na camisa, significa que o participante vale três passageiros e ele vencendo a prova, faz com que embarquem esse número de pessoas (ele e mais duas) no ônibus.

Depois de algumas dessas provas, começa a segunda parte do programa. "A prova de Esteira". É uma prova bem simples, que começa a partir do número de participantes restantes de cada equipe (passageiros que ainda faltam embarcar) perfilados em três esteiras na ordem que a equipe definir. A prova consiste em uma maratona de perguntas e respostas (com níveis bem variados de perguntas, algumas poucas difícies e outras ridicularmente facies). Se a pessoa acertar, ela embarca no ônibus e a pessoa seguinte da sua equipe terá que responser a próxima pergunta. Se errar, dá chance para a equipe seguinte. Isso ocorre até que uma das três equipes participantes chegue ao ÚLTIMO PASSAGEIRO. Nesse momento, começa a última parte do programa.

Observe que na primeira parte o fator habilidade é decisivo, na segunda parte apenas o conhecimento. Já a última parte, o fator sorte é quem decide. Tudo isso envolve em adolescentes com emoções a flor da pele. rs 

A equipe que chega ao último passageiro tem que escolher uma entre duas chaves para ligar o carro, dessa forma a chance de sucesso é 50%. As outras equipes tem a quantidade de passageiros que faltavam pra embarcar no ônibus (que necessariamente é mais que um, e portanto são mais que duas chaves) mais uma chave para escolher. Dessa forma, uma equipe que deixou de embarcar dez passageiros, terá que escolher uma chave entre onze para ligar o carro.

Muita gente diz que o programa é injusto porque a equipe que venceu toda a competição pode perder no fim. Discordo. A equipe que vence as primeiras etapas e chega ao último passageiro ganha a vantagem  de ter maior chance de escolher a chave correta! Afinal é uma entre duas. Se escolher a chave errada, a chance passa para a outra equipe. Questão de sorte... ou azar! Afinal o objetivo do programa é embarcar o último passageiro (e não chegar ao útlimo).

O melhor do programa é exatamente isso. Um time que tem que escolher uma entre duas chaves pode escolher a chave errada e perder. Em compensação um time que tem onze chaves pode escolher a chave correta! Desse jeito, o programa prende o telespectador do início ao fim.

A audiência gira em torno de 3 pontos de média, o que pra emissora não é ruim. Mas merecia uma audiência melhor, tendo em vista que é um bom programa e a apresentação de Mario Frias não compromete. Se fosse na Globo daria no minino 15 pontos de audiência. Certeza!

Deixo como opção de entretenimento pra vocês aos domingos, especialmente pra quem não tem TV por assinatura e tem que escolher entre: Gugu ou Faustão. #tenso.         


2 comentários:

  1. O programa é ridículo dá para os estudantes dos melhores colégios uma viagem que com certeza seus pais tem condições de pagar, excluindo as escolas publicas que nem viagem de formatura tem KKKK ACHO UM PRECONCEITO, acham que nas escolas publicas não tem gente inteligente pra participar do programa, mas vejo os estudantes de colégios particulares passarem vergonha lá com respostas ridículas. Quando tiver escolas publicas participando vai valer a pena ver o programa porque vai ser algo merecido, que vai depender do conhecimento e interesse de cada um,podendo assim mostrar se eles aprenderam alguma coisa ou não, e surpreender a muitos que acham que são todos semi analfabetos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui selecionado para o programa e não tenho nenhuma condição de pagar uma viagem dessas, estudo em média 5h por dia pra tentar ingressar em uma universidade pública. Essa generalização mostra sua falta de conhecimento, veja o programa para surpreender VOCÊ MESMO que nem todos são como você pensa, abra sua mente, abraço.

      Excluir

SIGA O MASSAROCCA POR EMAIL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...