GIGANTE Pela Própria Natureza!
Uma mistureba sem fim!!! O seu blog sobre TUDO e NADA ao mesmo tempo! Seja muito bem vindo!!!!

TRADUTOR!

PESQUISE NO MASSAROCCA!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

[TV] Tributo a Smallville: Acertos e Erros do Episódio Final






Desde quando vi, por acaso, um episódio de Smallville (o episódio em questão era Telesinesia da segunda temporada) passei a ser telespectador assíduo da série que narrava as aventuras do fazendeiro em sua descoberta por sua origem e seus superpoderes.

Passei por muitas fases como telespectador da série: perdi a paciência com o formato padrão - o afetado do dia - dos episódios da primeira temporada; vibrei com o aparecimento da caverna e dos símbolos kriptonianos na segunda temporada; com a rebeldia de Clark e a loucura de Lex na terceira; desanimei com toda a quarta temporada e suas três pedras do "conhecimento". A essa altura já não aguentava mais o "lenga lenga" de Lana Lang.  Voltei a me empolgar com as eleições, a morte de Jonathan Kent e o surgimento de outros hérois na quinta temporada; perdi completamente o "tesão" pela série durante a sexta e sétima temporadas... Voltei a curtir e assistir com alguma empolgação os episódios da oitava temporada e especialmente os da nona com um novo formato, mais maduro, de desenvolver os episódios. E no meio de tantos sentimentos diferentes eis que me peguei vendo os últimos episódios da única serie que fui fiel na última década com o maior sentimento saudosista possível.

Não tenho dúvidas que era a hora de colocar um ponto final no seriado. Na verdade, já havia passado da hora, o seriado que foi planejado pra seis temporadas, teve quatro temporadas extras e poderia (e deveria) ter terminado antes. Mas não terminou, e com muitos erros e acertos ao logo desses anos, chegou ao fim no último dia 13 de maio de 2011 na exibição original nos EUA.

O episódio final teve duração de duas horas (se tirar o excesso de intervalos essa duração deve cair significativamente para pouco mais de 80 minutos) e foi um tributo a tudo que se viu ao longo desses 10 anos de seriado.

A "session finale" começa com Chloe (sempre ela) sete anos a frente contando uma história para seu filho (fruto de sua relação com o Olliver Queen, o Arqueiro Verde). A história de como surgiu um "certo" héroi. E termina da mesma forma. Houve muita polêmica em relação a essas cenas. Seria Smallville apenas uma história de ficção em quadrinhos? Será que a série inteira era apenas Chloe contando histórias de um super herói para seu filho? Acredito que não. Desconfio seriamente que esse mecanismo de Chloe narrar o episódio final para o filho foi uma bonita forma de homenagear a única personagem, que além do próprio Clark Kent, permaneceu na série ao longo das dez temporadas.

O episódio se desenvolve com homenagens aos personagens que fizeram parte da saga de Smallville ao longo dos anos. Marta Kent, Jonathan Kent, Lionel Luthor e especialmente Lex Luthor, todos tem alguns minutos de homenagem no episódio final, que cumpre seu papel de mostrar aos fãs da série tudo o que se esperava por anos para ser visto.

    Tudo que os fãs queriam que acontece, de fato, aconteceu: Clark voou, Clark colocou o uniforme , Clark salvou o mundo e até a música tema do Superman ouvimos. Contudo, o episódio foi muito além disso. Demos um salto para o futuro - exatos sete anos - e vimos a história do super como tradicionalmente conhecemos: Lex Luthor presidente dos Estados Unidos, Lois Lane como uma repórter famosa do Planeta Diário. Clark como o repórter atrapalhado que desaparece num piscar de olhos para salvar o mundo, Perry irritado e escandaloso com Lois e até o jovem Jimmy Olsen em busca de uma fotografia que lhe dê auto-estima e algum prestígio.

As participações especiais do elenco adulto poderiam ter sido melhor elaboradas e exploradas. A cena em que Jonathan reaparece e entrega o uniforme (idêntico ao de Superman returns) a Clark é um desastre. De onde surgiu o pai adotivo de Clark? Ora, se ele estava morto a mais de cinco anos. Teria surgido de uma sessão espírita estilo Chico Xavier? Essa cena acaba sendo assistível pela cena anteiror onde momentos das dez temporadas são projetadas nas paredes de gelo da Fortaleza da Solidão, em demostração de que o treinamento de Clark Kent acabou. Sim, finalmente ele está pronto!
   
Um dos pontos altos do episódio foi mostrar a solução dada para Lex não lembrar dos poderes de Clark. De fato, todos sabiam que a solução seria a memória de Lex ser apagada. Mas a forma como isso foi realizado foi mais um acerto dos roteiristas. Tess (que na minha opinião deu novo fôlego a série nas três últimas temporadas) antes de morrer apaga as memórias de Lex, que (des)aparecem em uma sequência de cenas onde todo o talento de Michael Rossenbaum é mostrado. Um verdadeiro presente aos fãs fiéis da série.

A grande questão do fim da série era justamente essa. De que forma os roteiristas iriam ilustrar todos os acontecimentos já conhecidos do público. E como eles iriam transformar os erros e exageros de Smallville em concordância com a mitologia  clássica do Superman. E eles conseguiram isso de forma simples e genial.

Pra finalizar a série e agradar os fãs de Superman (e não necessariamente fãs de Smallville) diversas referências aos filmes clássicos dos anos 80 foram feitas durante o episódio e até mesmo ao filme mais recente Superman Returns. O Superman de Tom Welling aparece uniformizado no limite da atmosfera da Terra pensativo. Álias, é sempre assim, nas poucas cenas uniformizadas Clark aparece sempre ao longe, em outro acerto dos roteiristas.

No fim das contas, Smallville cumpriu seu papel perfeitamente. Com erros e acertos e até algumas vezes com excessos de referências a outras séries e filmes no roteiro, a série mostrou de forma fantástica a transformação do jovem e imaturo fazendeiro Clark Kent no maior super herói de todos os tempos. De quebra ainda trouxe (muitas vezes de forma equivocada) inúmeros vilões e elementos clássicos da mitologia do Superman para o conhecimento de uma geração que começou a acompanhar a saga do último sobrevivente de Kripton a partir da série de TV Smallville. E finalmente, reescreveu a história da lenda Superman com a inclusão de um novo personagem em sua mitologia: Chloe Sullivan.          

A Warner Brasil reexibe o episódio final dividido em duas partes nas próximas duas quartas-feiras às 21h de Brasília. E uma última informação: no dia de exibição do episódio final pela CW nos EUA, Smallville liderou os TT`s do Twitter durante toda a exibição do episódio. 

Parafraseando o slogan da série: Toda história tem um começo, um meio longo e um fim brilhante.
    

4 comentários:

  1. Gostei muito do episódio, fez jus aos dez anos asisstindo. Só não achei nada certo não ver Tom de uniforme. Realmente esperava que isso fosse acontecer. Nada mais justo que deixar a Chloe na série, já que não vai ter continuação basta deixar em aberto como foi, e incluí-la na história do Arqueiro até explica porque ela não era mencionada na de Clark, como disseram os membros da Legião.
    Boa crítica. Ecrevi pra caramba lá no tópico do orkut kkkk Se quiser dar uma olhada.

    ResponderExcluir
  2. eu amei a 10ª temporada,
    já estava na hora deles acabarem com a serie, pois eles estavam perdendo o foco.. mas eu fiquei triste por ter acabado, gostava de smallville, é uma serie q sempre vou lembrar!
    Não tenho nada a reclamar dos episodios, só fiquei surpresa da lenga lenga não ter aparecido, mas feliz também, não gostava dela, muito chata.

    mas realmente o final foi bem justo!

    Legal seu comentario.

    ResponderExcluir
  3. acompanhei nesses 10 anos a série, desde quando era no SBT, aguentei até os cortes do Silvio Santos... Comprei e vi mais de uma vez todas as temporadas.
    vi o final já sentindo saudades da série. Adorei o final, e gostaria de ver mais episódios com o Clark como Superman.
    Achei o vilão dessa temporada igual aos anteriores, uma grande ameaça que esperamos até o último episódio para o Clark rapidamente derrotá-lo.
    Mas enfim, ADOREI a série toda, gostaria que o Tom fosse o superman do próximo filme, e estou aguardando o lançamento do box da 10ª pra comprar.

    ResponderExcluir
  4. De fato, o episódio foi bom em trazer uma síntese de toda a série, retomando várias passagens marcantes. Porém, a meu ver, deixou a impresão de que faltava algo. Por exemplo, os heróis (além do Arqueiro Verde) que apareceram durante a série: Jhon Josnes, Flash, Canário, Cyborg, Cristal, Aquamen... Deu a impressão de que o episódio foi muito cortado ou resumido. Ouvi rumores inclusive de que seria pelo orçamento apertado.

    ResponderExcluir

SIGA O MASSAROCCA POR EMAIL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...